30 de set de 2010

AMIGO


Você tem um amigo?
Um amigo de fé, um irmão camarada?

Eu tenho, e você também tem!

Primeiramente Deus, e aqui na Terra também temos!

Ouça esta bela canção e reflita sobre cada frase tão bela e inspiradora!

Muita paz e muita luz a você e ao seu amigo especial!

CORRETA DEVOÇÃO

Bhagavad Gita C.10 V.5



Fonte: Canal PrabhupadaVani do Youtube

DICA MUSICAL UNIVERSALISTA | JESUS ON THE MAIN LINE (KRISHNA DAS)

O que dá uma boa mistura religiosa?

Um americano com raízes judaicas, encontra seu guru na India e canta uma música evangélica.

Aleluia Senhor!

Deus é UM!

OM TAT SAT!



Muita paz, muita luz!!!

MEDO

O medo não é uma propriedade do espírito, mas do ego humano.

O medo é prejudicial à liberdade da capacidade do espírito em manifestar o seu poder. Ele debilita o fluxo harmonioso da consciência consciente da valiosa propriedade do Homem, o seu espírito.

O Medo corta o cordão que une o Homem a Deus e cria uma separação intencional que engendra uma confusão contínua e uma falta de compreensão quanto à origem desse medo. O Homem tem temido a Deus por eras, devido à sua desnutrição espiritual. Ele [o Homem] não está alimentado com a sabedoria da verdade e, portanto fenece por falta de conhecimento. O que ele não sabe ou não reconhece é que o medo é subversivo, e um produto de seu ego mortal, para o qual ele inconscientemente presta homenagem à medida que direciona seus sentimentos que validam o que ele experiencia.

Esse medo mortal gerado pelo ego cultiva uma cultura de programação pela qual o Homem responde automaticamente como e quando seu ego lhe dirige. Tão arraigado é o medo no inconsciente do Homem que sua resposta a várias circunstâncias ou situações, alimenta ainda mais essa emoção miserável e multiplica o efeito negativo que tem sobre as percepções do Homem.

O medo cria confusão na mente do Homem e turva sua capacidade de ver que a situação real que o confronta não é terrificante em si, mas essa é a sua percepção que transforma a situação em medo. O medo, portanto, não é estranho ao Homem, mas é criado por ele. Isto corrói sua psique, até que ele acredite nisso. Quando ele faz isso, abdica do controle de sua mente consciente, que através da sintonia divina pode lembrá-lo de quem ele é - um poderoso ser espiritual da Luz de Deus, o que por si só pode livrá-lo de seu medo.

O Homem teme porque não tem conhecimento. Quando o Homem tiver conhecimento não terá medo. O Homem só pode ter conhecimento se ele conhecer a Deus. Quando ele conhecer o Deus encarnado [todos e cada um de nós], saberá que está sempre na companhia de Deus e chegará a conhecer sua soberania e que a presença Poderosa é sua, e isso deverá dar garantia e segurança. O medo então, não é uma variável na equação. Quanto mais o indivíduo permanece conectado à sua fonte divina, menos será afetado pelo medo mortal. Quando um senso de Unidade for experienciado, vocês começarão a sentir como se estivessem andando nas pegadas de Deus e nenhuma emoção mortal contraproducente à vossa evolução poderá lhes afligir ou impedir.

Deus é a antítese do Medo porque Deus é Amor e Luz, e representa a mais alta freqüência, enquanto o medo está na mais baixa escala vibratória. Deus eleva, enquanto o medo deprime e reprime. Deus não conhece limites e nem cria limitações, ao passo que o medo impõe limites e limitações. Portanto, se o medo é a antítese de Deus, certamente o medo é o anticristo dentro do Homem que extermina o verdadeiro UM, o Deus vivo dentro do Homem.

Vocês não vêem meus queridos, que o Homem escolhe ser o inimigo de Deus quando permite que seu medo o domine? O Homem não pode hospedar a Deus e ao ‘Medo’ ao mesmo tempo. Quando vocês abrigam o medo rechaçam a Deus. Amados, é somente Deus que pode lhes ajudar a dominar vossos medos inatos através do conhecimento Dele. Ele é a panacéia, o elixir que destruirá aquilo que busca vos humilhar e lhes fazer escravos de vossas sensações exteriores.

O medo destrói a alegria dentro de vocês e essa alegria é a presença do Pai. E isto expulsa tudo o que é sagrado. Quando vocês são motivados pelo medo vossa vida perde inteligência como se vocês se escondessem atrás do medo, o que lhes fornece uma desculpa para não crescer.

O medo azeda a palheta e lhes impede de degustar o doce néctar da vida. É simples queridos, ou vocês desejam escolher a vida e o crescimento, ou a fraqueza e a estagnação. A escolha é sempre vossa. Quando vocês perceberão que os poderes em vosso mundo teceram a magia negra para criarem situações destinadas a dominar os vossos sentidos, para que se tornassem criaturas com emoções humanas ao invés de proclamadores de coragem espiritual? Eles, então, alimentam seus medos através de leis opressivas e imposições. Eles [os escuros] têm vocês exatamente onde eles querem que vocês estejam, debaixo deles se encolhendo na imundície de vossas próprias percepções sensoriais externas. Como vocês têm dado a eles vosso poder de um jeito ou de outro! Eles tiram vantagem de vossa fraqueza para torná-los ainda mais serviçais às suas agendas escuras.

Vocês precisam enxergar esta grandiosa orquestração dos perversos mercadores que são fortalecidos por vosso medo. Quando vocês vão expulsar o anticristo e dizer não? O medo é uma estrutura escura tão incrustada que deve ser eliminada antes que seus espinhos e abrolhos causem mais lesões para contaminar o que resta de vosso EU Divino e vosso poder.

Vocês dirão que isso é fácil para o Germain falar, pois Ele está lá de cima e não consegue entender com mais profundidade o que é a vida nesta 3 ª dimensão. Bem amados, como vocês dizem, Eu já estive lá e fiz isso! Por isso, estou em condições de lhes mostrar a maneira de expulsar o reino do medo, que reina firme dentro de tantos indivíduos, a fim de que possam vir a experienciar a abundâcia de vossa herança.

Eu repito, isso é somente o vosso conhecimento de Deus, o apercebimento Dele no interior, o que vos levará a um ponto em que serão capazes de dizer que O conhecem como a si mesmos, e que estarão livres do medo. Isto não se alcança da noite para o dia e requer um desejo de vossa parte para recuperar e viver em vossa soberania. Quando puderem encontrar esta resolução, então vocês deverão continuar a desenvolver uma relação recompensadora com Ele, e através de vosso compromisso permanecerem conectados com Ele, e Ele viverá através de vocês.

O medo do Homem nasceu da ignorância, e o remédio para a ignorância é o conhecimento, e o conhecimento só pode ser acessado de dentro da mente de Deus, que hospeda a vossa mente. De tempos em tempos Nós temos lhes dado as chaves para a mente Divina. Quando vocês conseguirem acessar a mente Dele, encontrarão o conhecimento, que se torna vosso poder e vossa verdade. O Conhecimento, o Poder e a Verdade que vem de Deus, expressa-se na Luz que não abriga nem emana o medo. Saibam que, quando vocês sentem medo, é a vossa percepção nascida de vossas sensações exteriores pois NEM a expressão nem a Verdade de Deus infundem o medo.

Vocês precisam jogar fora o hábito desagradável de culparem a Deus e darem a si mesmos uma desculpa para temê-Lo. Aprendam a ver através de vossa visão interior, pois a verdade nunca será percebida no medo. Vocês pequeninos, desfilam com o que vocês chamam de conhecimento e verdade, que de fato não passam de informações. Vocês tiram conclusões, opiniões e decisões com base num material entregue a vocês por outras pessoas e a chamam de verdade.

Vocês não conseguem expandir vossa mente para que acolham o CONHECIMENTO de Deus que lhes fornece a verdade. Por quê? - Porque vocês são governados pelo EGO e fabricam percepções das quais vocês se aferram, e dizem que não conseguem encontrar nehuma prova da palavra de Deus. Vocês, portanto, renegam as palavras Dele e Ele, ou negam que Ele possa ter dito tais palavras. Minha lição para vocês, meus queridos, é que as palavras de Deus não precisam de provas. Ele não tem que provar a Si mesmo. Ele escreve a verdade sobre uma tábua diante de vocês e vocês ainda negam. É que vocês temem que Sua verdade possa destruir as crenças que vocês se aferraram por eras. Se o vosso temor lhes mantém refém a ponto de negarem a verdade, não culpem a Deus.

Eu digo categórica e inequivocamente que o Medo é do Homem e não de Deus, e quando vocês conseguirem aprender a se conectar com Deus e ficarem em Sua companhia a todo o momento, vocês saberão disso de todo o coração. Amados, vocês vêm da alma de Deus e a Ele devem voltar, ou por escolha própria enfrentarão a extinção. Muitos de vocês O buscam e Ele se apresenta, e mesmo assim vocês O rechaçam por medo de que Ele não se alinhe com a vossa concepção.

Façam um favor a vocês mesmos queridos, e abandonem o domínio catastrófico desta infecção, que contagia o medo que há sobre vocês. Escolham a Ele que lhes deu vida, amor, liberdade e alegria. Ele deseja que avancemos em crescimento e que vocês só podem alcançar sem as rédeas do medo em torno do pescoço de vosso espírito.

Extirpem os invólucros do medo que acorrentam a Luz

E lhes apartam de vossa companhia divina

Encantem-se no conhecimento de Deus

Para que a liberdade possa entalhar sua marca em vossa alma

Renunciem às regras escuras do medo

Que ridicularizam uma mente merecedora do maná celestial

Dirijam essas sementes cultivadas para longe de vocês

Para que possam encontrar vida em outros solos

Semeiem no lugar as sementes de Luz que trazem Amor

E conheçam o dom inestimável que vocês guardam dentro

Pois só então, a grandeza florescerá em ritmo elevado

E caminhar vocês irão, na caminhada da senda da liberdade

EU SOU Germain e venho novamente trazer uma lição. Deixem vossos medos morrerem dentro da Luz da soberania desperta e, para este fim, Eu entrego a chama violeta para que possam transmutar os medos hediondos e transformá-los em amor, à medida que vocês se movem em direção a um maior conhecimento do UM.

Hazel

Fonte: Blog Esperança Abundante

CONSPIRAÇÃO AQUARIANA

29 de set de 2010

CONHEÇA O PROJETO VENUS

24 de set de 2010

CENTENÁRIO DE MADRE TEREZA DE CALCUTÁ


O Blog dos Universalistas homenageia MADRE TERESA DE CALCUTÁ pelos 100 anos de seu nascimento.
(Skopje, 26 de Agosto de 1910 — Calcutá, 5 de Setembro de 1997)

Sua vida dedicada ao próximo ultrapassam os limites das religiões, sendo muito respeitada por líderes e fiéis de diversas doutrinas. Sua bandeira é o AMOR e a CARIDADE.

Assistam ao vídeo abaixo em tributo a esta incansável missionária e trabalhadora do Cristo.

Muita paz e luz!

AS CRIANÇAS NA UMBANDA

Texto de Géro Maita
Médium Umbandista


É muito comum presenciarmos as manifestações de espíritos de crianças dentro dos cultos Umbandistas.

Doces, brincadeiras e simplicidade marcam a presença destes espíritos que de Aruanda vem nos brindar com sua alegria contagiante.
Mas o que realmente podemos entender por esta manifestação? Qual o seu real fundamento?

Nem todos os espíritos que se manifestam na linha das crianças na Umbanda em sua ultima encarnação foram uma criança, isso a primeira vista parece um tanto quanto absurdo para aquele que tem sua visão limitada, mas tomando como base de estudos a doutrina dos espíritos, veremos no LIVRO DOS ESPÍRITOS ( primeiro livro sobre a doutrina espírita publicado pelo educador francês Hippolyte Léon Denizard Rivail, em 18 de abril de 1857, sob o pseudônimo Allan Kardec) e no LIVRO DOS MÉDIUNS ( é a segunda das cinco obras básicas do espiritismo, publicada em 1861, na França, por Allan Kardec) que o espírito pode se manifestar ou usar uma roupagem fluidica que o mesmo se indetifique melhor e seja mais bem aceito no meio onde se manifeste. Tomando como base esta informação, vemos que muitos e não todos os espíritos que se manifestam dentro da Umbanda não foram realmente uma criança em sua ultima encarnação e isso é simples de explicar. A criança carrega consigo o símbolo da pureza, do amor, da alegria.

Quando tomamos as palavras de JESUS em LUCAS "Deixai as crianças virem a mim e não as impeçais, pois a pessoas assim é que pertence o Reino de Deus.” Lucas 18,16" compreendemos que a manifestação destes espíritos tem a finalidade de renovar, de educar, de curar dores morais, espirituais e físicas através de sua simplicidade.

Como infelizmente o estudo dentro da mediunidade de Umbanda ainda é precário presenciamos muitos médiuns que como em outras manifestações deixam a "criança que esta dentro de si" se manifestar e adotam posturas e palavreado que "nem sempre" estão em acordo com os espíritos de crianças.

Uma criança dentro da Umbanda pode trabalhar com desobsessões, transmutação de mágoas, curas físicas e energéticas e limpeza de energias densas de ambientes e pessoas, bastando muitas vezes somente uma oração para evoca-las.

Os doces e demais guloseimas que são ofertados a estas entidades servem como uma simbologia da alegria, do prazer de viver e do colorido que contagia a todos, lembrando novamente que espírito não tem matéria então espírito não come, porém, o impacto visual atua as vezes de forma mais rápida naquele que "precisa ainda ver para crer"

É preciso entendermos que a manifestação das crianças na Umbanda vem com um propósito divino de renovação e nos deixa uma lição para aprendermos na vida a cultivar o lado simples das coisas, pois é ai que encontramos a figura de Jesus que sempre trilhou seu caminhar dentro da simplicidade e humildade.

O que vc deve ofertar aos Erês? Seu amor e sua fé, seu respeito e sua caridade para com o seu semelhante.

Salve as crianças!!!!!! As minhas crianças!!!!!!

Fonte: Blog CEU Esperança

22 de set de 2010

O ECTOPLASMA

De aspecto viscoso, semilíquido e esbranquiçado, é uma substância básica e muito importante para os efeitos de materialização de objetos e espíritos.

Para a ciência[bb] acadêmica, ectoplasma é a parte da célula que fica entre a membrana e o núcleo ou a porção periférica do citoplasma. Para o cientista Charles Richet, é uma substância que se acredita ser a força nervosa e possui propriedades químicas semelhantes às do corpo físico, de onde provém. Apresenta-se sob um aspecto viscoso, esbranquiçado, quase transparente, com reflexos leitosos, bem como esvanescente sob a luz. É considerado a base dos efeitos mediúnicos chamados físicos, pois é através dele que os espíritos podem atuar sobre a matéria.

Entretanto, para os espíritos, o ectoplasma é geralmente conhecido como um plasma de origem psíquica, que se exala principalmente do médium de efeitos físicos e um pouco dos outros. Trata-se de uma substância delicadíssima que se situa entre o perispírito e o corpo físico e, embora seja algo disforme, é dotada de forte vitalidade, servindo de alavanca para interligar os planos físico e espiritual. Historicamente, o ectoplasma[bb] tem sido identificado como algo produzido pelo ser humano, que, em determinadas condições, pode liberá-lo, produzindo vários fenômenos.

O ectoplasma é de difícil manipulação, pegajoso, não se moldando facilmente. Por isso, exige treinamentos e técnicas para que os espíritos possam se utilizar deste fluido. Não é o espírito que se materializa, mas é o ectoplasma que se adere à forma do perispírito dele. A substância sofre bastante a influência da luz do dia e da luz branca[bb], o que causa interferências no fenômeno, tornando-se ideal a utilização de uma luz com tom avermelhado. A materialização pode acontecer sob o efeito da luz branca, mas é preciso haver muito ectoplasma. Também é difícil fazer fotos desse fenômeno com flash, uma vez que há interferência da luz nesse momento.

Nas materializações, não é utilizado diretamente o ectoplasma puro exalado pelo médium. É necessário combiná-lo com outros fluidos (espirituais, físicos), ou seja, utilizar nas materializações o ectoplasma elaborado. A presença de apenas uma pessoa incrédula no ambiente dificulta ou até impede a aderência do ectoplasma no perispírito do espírito.


Combinação de fluidos

A palavra ectoplasma dá uma idéia de se tratar de algo único, mas, na verdade, é um grande conjunto, formado pela combinação dos fluidos do espírito com o fluido animalizado do médium e os fluidos do ambiente. “Aí temos o material leve e plástico de que necessitamos para a materialização”, explica o espírito Aulus no livro Nos Domínios da Mediunidade[bb].

De uma maneira bastante rápida, podemos dividir o ectoplasma em três elementos essenciais: fluidos A, representando as forças superiores e sutis da esfera espiritual; fluidos B, definindo os recursos do médium e dos companheiros que o assistem; fluidos C, constituindo energias tomadas da natureza terrestre. Os fluidos A podem ser os mais puros e os fluidos C podem ser os mais dóceis, porém, os fluidos B, nascidos da atuação dos companheiros encarnados e notadamente do médium, são capazes de estragar os mais nobres projetos. Nos círculos em que os elementos A encontram uma colaboração segura dos fluidos B, a materialização de ordem elevada assume a sublimidade dos fenômenos.

Todos os estudos feitos sobre as materializações de espíritos e os chamados efeitos físicos demonstram que esses fenômenos ocorrem somente na presença de pessoas que podem fornecer ectoplasma. Isso leva à óbvia conclusão de que os espíritos não produzem ectoplasma, mas podem apenas manipulá-lo. Inclusive, uma observação mais cuidadosa permite compreender que esta manipulação só pode ocorrer com a conivência consciente ou inconsciente dos encarnados que fornecem a substância.

Se não fosse assim, esses fenômenos ocorreriam com tamanha freqüência e intensidade no cotidiano da humanidade que os desencarnados passariam a participar diretamente do mundo dos encarnados. Deste modo, pode-se deduzir que o ectoplasma é um atributo do corpo físico, da matéria, uma vez que o corpo humano é material, embora controlado pelo espírito nele encarnado.

O que se pode admitir que aconteça é que os espíritos encarnados, em contato com a matéria durante a encarnação, manipulam-na de tal modo que produzam o que chamamos de ectoplasma. Essa produção se daria de modo automático e inconsciente, desde a concepção até o desencarne.

Os tipos de ectoplasma

Agora, se o ectoplasma está relacionado com a matéria que constitui o corpo humano, ele deve existir também nos minerais, nas plantas e nos animais em geral. Em termos de complexidade, esse ectoplasma não deve ser igual ao existente nos seres humanos.

Em princípio, o ectoplasma mineral é o mais simples. Nos vegetais, que se alimentam principalmente de materiais inorgânicos, ele se apresenta de modo relativamente mais complexo, em virtude de ter sido trabalhado por eles a partir do material inicial. Já nos animais, que se alimentam de produtos minerais, vegetais e mesmo outros animais, o ectoplasma deve adquirir uma maior complexidade.

Assim, em função da espécie de vegetal ou animal, certamente haverá qualidades diferentes de ectoplasma. Essa dedução é fácil de ser feita, pois, ao que se sabe, o ectoplasma não-humano não é suficiente ou adequado para a realização de fenômenos físicos e de materialização, já que, se fosse, eles ocorreriam livremente pela manifestação de espíritos desencarnados. Haveria interferência direta destes no mundo dos encarnados, criando grande confusão.

No livro Espírito, Perispírito e Alma, Hernani Guimarães Andrade propõe a existência dos seguintes tipos de ectoplasma: ectomineroplasma, originário dos materiais minerais; ectofitoplasma, extraído dos vegetais; ectozooplasma, produzido pelos animais; ectohumanoplasma, gerado pelos humanos. Mas para efeito de simplificação de terminologia, no sentido de tornar o significado mais acessível às pessoas, podemos dizer apenas ectoplasma mineral, vegetal, animal e humano.

O ectoplasma é matéria?

Podemos definir matéria como tudo que é constituído pelos elementos químicos constantes da classificação periódica, além, é claro, dos próprios elementos e das partículas subatômicas. É também aquilo que possui massa e energia, estando sujeito à ação da gravidade, tem peso e ocupa um certo volume no espaço, além de interagir fisicamente com outras porções da matéria através das reações químicas.

Já o ectoplasma está sujeito à ação da gravidade e interage fisicamente com a matéria do corpo humano. Nas fotografias, vemos ele sair da boca de um médium como se fosse um pano. O fato da substância cair na direção do solo e do espírito materializado a partir dela estar junto ao chão são evidências de que este fluido está sujeito à ação gravitacional. Alguns autores que já estudaram o ectoplasma em trabalhos de materialização e de efeitos físicos verificaram a ação da gravidade através de balanças.

Portanto, podemos concluir que o ectoplasma é matéria. Podemos? Este raciocínio nos conduz a uma conclusão bastante interessante, ou seja, parece haver alguma coisa que se comporta como se fosse uma matéria paralela à que a química descreve. Em outras palavras, é como se houvesse um outro conjunto de elementos químicos coexistindo com aqueles previamente conhecidos ou previstos pela química, como se fosse possível estabelecer pelo menos uma outra classificação periódica.

Apresentação e produção

O ectoplasma é um combinado de substâncias. Quando os espíritos desencarnados podem dispor dele em bastante quantidade, utilizam-no para a produção de fenômenos mediúnicos de efeitos físicos, combinando-o com outras substâncias extraídas do reservatório oculto da natureza.

Para a visão dos desencarnados, o ectoplasma se apresenta como uma massa de gelatina pegajosa, semilíquida e branquíssima que é exalada por todos os poros do médium, mas em maior proporção pelas narinas, pela boca, pelos ouvidos, pelas pontas dos dedos e até pelo tórax. À feição do magnetismo, ele é energia disseminada e presente em toda a natureza, a qual, pela lei evolutiva, é mais apurada no homem do que no mineral, no vegetal ou no animal.

Deduzindo-se que os espíritos encarnados, em contato com a matéria durante a encarnação, produzem o ectoplasma, podemos chegar a algumas conclusões. Se admitimos a existência desta substância nos minerais, nas plantas ou nos animais, podemos entender que um dos ingredientes que forma o ectoplasma é originário dos alimentos, enquanto outro provém do oxigênio que respiramos. Ainda há um outro ingrediente, produzido no interior das células de nosso corpo físico. O que ocorre é uma transformação desses ectoplasmas primários em ectoplasma humano.

Mas onde e quando ocorre o processo metabólico das reações químicas, físicas e biológicas entre os fluidos resultantes da alimentação, da respiração e da atividade celular que geram o ectoplasma? É difícil de se afirmar com certeza onde ele se forma no ser humano. A observação indica uma grande movimentação fluídica no abdome, na altura do umbigo, o que leva alguns pesquisadores a admitir que se forma ectoplasma no aparelho digestivo, através do metabolismo dos alimentos[bb] no corpo. Outro lugar em que é comum se perceber que existe uma grande quantidade dessa movimentação é no tórax, fazendo alguns estudiosos concluirem que a produção de ectoplasma ocorre através da respiração, pelo oxigênio.

Como a ciência acadêmica admite que esse fluido se forma no interior das células, muitos entendem que o ectoplasma se forma por todo o corpo no nível celular, embora em quantidades e qualidades diferentes. O sangue pode carregá-lo até os pulmões, onde se libera para ser eliminado, da mesma forma que o carbono resultante do metabolismo.

Entretanto, para os espíritos, o ectoplasma é uma substância delicada que se produz entre o perispírito e o corpo físico, interligando o plano físico com o espiritual. Isso nos permite deduzir que os fluidos resultantes da alimentação, da respiração e da atividade celular são captados por meio dos chacras gástrico e esplênico, transformando-se em ectoplasma no interior do duplo etérico. Poderíamos chamar isso de “metabolismo do ectoplasma”. Mas é bom lembrar: nas materializações ou nos fenômenos de efeitos físicos, não se usa diretamente o ectoplasma humano que exala do médium. É preciso combiná-lo com outros dois tipos de fluidos (espirituais e da natureza) para obtermos o ectoplasma elaborado.

Fonte: Escrito por Edvaldo Kulcheski
Artigo publicado na Revista Cristã de Espiritismo, edição especial sobre Materialização

21 de set de 2010

JESUS FEZ PENSAR


Padre Zezinho traz lindas reflexões sobre como Jesus Cristo fazia o povo pensar.

Vale a pena assistir.

Muita paz e luz!



LE HAIM | A PALAVRA DO RABINO - DEUS NO CONTROLE

15 de set de 2010

BEM E MAL

14 de set de 2010

JALA NETI | LIMPEZA DAS VIAS RESPIRATÓRIAS

Jala neti é uma técnica de purificação das vias respiratórias superiores, que consiste em lavar as narinas com água morna e sal. Além de propiciar uma respiração melhor, é eficaz no tratamento de sinusites, alergias, dores de cabeça e até prevenção de resfriados comuns.

Hoje, milhões de pessoas sofrem de infecções respiratórias de algum tipo, que podem ser gentilmente tratadas com água morna e sal, em vez de pesados antibióticos. Jala neti é ideal para pessoas que moram em lugares com alto índice de poluição e pode ser realizado diariamente.

Equipamento:
A utilização de um pote (lota) para jala neti torna a prática muito mais fácil e confortável, pois permite que a água flua suavemente pelas narinas com a força da gravidade. Veja os disponíveis na Loja Yoga Brasil.

Água salinizada:
Encha o pote com água pura e morna (semelhante à temperatura corporal). A água deve ser misturada com sal puro na proporção de uma colher de chá rasa para meio litro de água. A razão para isso é muito simples: a água dessa maneira é uma solução isotônica e que não causará desconforto ao passar pelas narinas. Misture o sal e tenha certeza que ele foi completamente diluído na água. Sinta o gosto da água e ajuste se sentir que não está correto. A água deve ter sal similar ao de uma lágrima sua. Depois de algumas tentativas, é muito fácil reconhecer a mistura por seu próprio gosto.

Aonde fazer:
A purificação nasal pode ser realizada na pia, numa bacia, no chuveiro ou ao ar-livre. Basta ser um lugar propício para que se escorra água pelas narinas.

Técnica:
1. Encha o pote com a água preparada.
2. Gentilmente introduza a ponte do pote na narina em que estiver respirando melhor. Não deve haver força, mas a ponta do pote deve suavemente pressionar o canto interno da narina para não escorrer água.
3. Incline lateralmente a cabeça em direção ao ombro, enquanto simultaneamente levanta o pote, de forma que a água passe a fluir naturalmente de uma narina e sair pela outra.
4. Durante a passagem da água, respire suavemente pela boca. Deixe que a água passe por cada uma das narinas entre 10 a 20 segundos.
5. Após a passagem da água por uma das narinas, expire pelo nariz várias vezes com suavidade para retirar a água carregada de muco. Não expire com força, pois pequenas dores poderão surgir. Expire várias vezes e suavemente, até que o nariz esteja seco.
6. Repita o procedimento com a narina inversa.

Duração e quando fazer:
Jala neti é prático e pode ser feito em menos do que 5 minutos.
Pode ser realizada diariamente e o ideal é que seja feita de manhã em jejum. Se necessário, pode ser realizada em outros períodos do dia, evitando-se os períodos logo após as refeições. Uma vez ao dia é suficiente, mas pode ser de praticada mais vezes para aliviar resfriados e excesso de muco.

Dicas:
1. A prática é suave e não deve haver dor. Se há algum ardor na passagem da água, isso significa que ou colocou sal a mais ou a menos. Acerte a dosagem de sal com sua prática, seguindo a orientação acima.
2. Ao expirar a água pelo nariz, faça suavemente. Se sentir dor, a expiração ocorreu com muita força.
3. Secar bem as narinas é um estágio importante do jala neti. Expire suavemente repetidas vezes para deixá-las completamente secas.
4. Após secar as narinas, podem ser aplicadas nelas óleo de amêndoas, de gergelim ou ghee (manteiga clarificada) para auxiliar na lubrificação.

Precauções:
Pessoas com sangramento crônico do nariz devem procurar um professor experiente antes de praticar.

Benefícios:
1. Excelente para o tratamento de sinusites, alergias, dores de cabeça e prevenção de resfriados comuns.
2. Maximiza a capacidade respiratória, com um maior fluxo de ar nas narinas desobstruídas. Por conseqüência, melhora a saúde como um todo.
3. Auxilia em casos de doenças pulmonares, como asma, pneumonia, bronquite, tuberculose etc.
4. Tem efeito sutil nos nervos localizados no término das fossas nasais, aliviando sintomas de tensão e depressão.
5. Auxilia no equilíbrio do sistema nervoso e induz estados meditativos, ao balancear ida e pingala.

Assista vídeo:



Henrique Saad é professor de Yoga certificado por Anand Prakash Ashram, Rishikesh –Índia, em programa reconhecido pela Yoga Alliance. E-mail: henriqueyoga@gmail.com Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Advertência:
Este conteúdo é de uso estritamente informativo e não substitui a consulta ou qualquer tratamento médico. Se tiver dúvida sobre a sua saúde, procure um profissional da área médica. Antes de começar a praticar Yoga ou qualquer programa de exercicío fisíco, consulte seu médico e busque instruções pessoais de um professor qualificado.


Fonte: Yoga Brasil


13 de set de 2010

CHICO XAVIER E SEU CÓDIGO

9 de set de 2010

PASTOR PASCHOAL PIRAGINE JR SOBRE AS ELEIÇÕES 2010




O Blog dos Universalistas apenas divulga o pensamento de uma parte da comunidade cristã do Brasil. Não fazemos campanha para nenhum político!

Muita paz, muita luz (e voto consciente)!

7 de set de 2010

DROGAS - DÊ UM BASTA!!!


No Programa Transição, exibido pela Rede TV aos domingos, trouxe o Expositor Espírita Raul Teixeira.

O vicio das drogas não tem religião, é um problema de todos a ser resolvido.

Neste vídeo, ele traz explicações sobre os efeitos físicos, emocionais e espirituais que as drogas realizam. Diz que, quem se droga é um suicida inconsciente; além das deformidades que atingirão o corpo espiritual (períspirito) após o desencarne.

Os piores defeitos do ser humano são a vaidade e o orgulho, que colaboram para esconder nossos vícios físicos e morais.

E traz excelentes explicações à luz da razão, da ciência e da espiritualidade superior, a fim de se desvenciliar deste malefício, e ter uma nova vida a caminho da luz divina.

O esclarecimento é o melhor remédio, e o amor é a melhor ferramenta para ajudar quem precisa.

É possível, basta dar o 1º passo!

Só por Hoje, não usarei drogas!

Que Deus os envolvam em muita paz, equilibrio e renovação!


PARTE 1



PARTE 2



5 de set de 2010

CASAMENTO UNI-LUZ


Foi realizado o casamento de Regina Espósito e Mágico Samult no Evento UNI-LUZ 14º prévia em 25/07/2010, com a benção de vários Lideres Religiosos do UNI-LUZ onde o Amor e o Respeito estão em primeiro Lugar.

Deus abençoe este casal universalista!

Muita paz e muita luz!


3 de set de 2010

ROSH HASHANÁ - ANO NOVO JUDAICO DE 5771


Amigos,

Nossos irmãos judeus estão comemorando o Rosh Hashaná, ano de 5771 do calendário judaico.

Desejamos um ano novo muito doce, com muita paz, alegria, luz e amor!

Shaná Tová!



MAOMÉ | VIDA E OBRA

Maomé ou Muhammad (em árabe: Loudspeaker.svg? مُحَمَّد, transl. Muḥammad ou Moḥammed; Meca, c. 570 — Medina, 8 de Junho de 632) foi um líder religioso e político árabe. Segundo a religião islâmica, Maomé é o mais recente e último profeta do Deus de Abraão.

Para os muçulmanos, Maomé foi precedido em seu papel de profeta por Jesus, Moisés, Davi, Jacob, Isaac, Ismael e Abraão. Como figura política, ele unificou várias tribos árabes, o que permitiu as conquistas árabes daquilo que viria a ser um império islâmico que se estendeu da Pérsia até à Península Ibérica.

Não é considerado pelos muçulmanos como um ser divino, mas sim, um ser humano; contudo, entre os fiéis, ele é visto como um dos mais perfeitos seres humanos.[carece de fontes?]

Nascido em Meca, Maomé foi durante a primeira parte da sua vida um mercador que realizou extensas viagens no contexto do seu trabalho. Tinha por hábito retirar-se para orar e meditar nos montes perto de Meca. Os muçulmanos acreditam que em 610, quando Maomé tinha quarenta anos, enquanto realizava um desses retiros espirituais numa das cavernas do Monte Hira, foi visitado pelo anjo Gabriel que lhe ordenou que recitasse uns versos enviados por Deus, e comunicou que Deus o havia escolhido como o último profeta enviado à humanidade. Maomé deu ouvidos à mensagem do anjo e, após sua morte, estes versos foram reunidos e integrados no Alcorão, durante o califado de Abu Bakr.

Maomé não rejeitou completamente o judaísmo e o cristianismo, duas religiões monoteístas já conhecidas pelos árabes. Em vez disso, informou que tinha sido enviado por Deus para restaurar os ensinamentos originais destas religiões, que tinham sido corrompidos e esquecidos.

Muitos habitantes de Meca rejeitaram a sua mensagem e começaram a persegui-lo, bem como aos seus seguidores. Em 622 Maomé foi obrigado a abandonar Meca, numa migração conhecida como a Hégira (Hijra), tendo se mudado para Yathrib (atual Medina). Nesta cidade, Maomé tornou-se o chefe da primeira comunidade muçulmana. Seguiram-se uns anos de batalhas entre os habitantes de Meca e Medina, que se saldaram em geral na vitória de Maomé e dos seguidores. A organização militar criada durante estas batalhas foi usada para derrotar as tribos da Arábia. Por altura da sua morte, Maomé tinha unificado praticamente o território sob o signo de uma nova religião, o islão

Related Posts with Thumbnails