5 de jun de 2009

ONIPRESENÇA, ONISCIÊNCIA E ONIPOTÊNCIA DE DEUS

Em um certo dia o jovem Arjuna resolveu fazer algumas perguntas à Krishna...e o Senhor lhe respondeu com uma voz que vinha de todo lugar e de lugar nenhum:
"Quem sou Eu?"
"TU ÉS MEU FILHO, TUDO AQUILO QUE EU SOU".
"Pra que eu vivo?"
"TU VIVES PARA RESPONDER À TODAS AS TUAS PERGUNTAS".
"Onde estás Oh! grande D'eus?"
"E ONDE NÃO ESTOU?"
"Veja-me, Eu estou no Sol, na Flor
Veja-me Eu estou no ar, no mar
Veja-me Eu estou aqui
Em você, em todo lugar

Ouça-me no murmúrio das manhãs
Sinta-me quando a brisa te tocar
Sinta-me Eu estou aqui
Em tua dor, e teu prazer

Siga-me pelos rastros que deixei
Vêm a Mim, sou o mar de todos os rios
Sou a fonte de toda Luz, toda a Paz, todo o Amor"

(letra inspirada no Bhagavad Gita e reescrita por Hiroshi Seó)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails