22 de jul de 2010

LÍDERES PROTESTANTES E O RESPEITO POR MARIA DE NAZARÉ

Lutero, Calvino, Zwinglio, John Wesley tinham profundo respeito e admiração pela Mulher mais importante do Cristianismo, e Mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo, Maria de Nazaré. Ela foi escolhida por Deus e o Anjo veio falar-lhe. Teve a elevadíssima missão de colaborar com a vinda do Messias e esteve ao lado do Mestre Nazareno em todos os momentos.


Abaixo há diversas frases, denotando carinho, amor e respeito pela Mãe do Cristo. Que nossos irmãos protestantes e principalmente os pentecostais possam refletir, pois o que Jesus pediu foi para que "amemos uns aos outros" sem distinção de pessoas. Da mesma forma que as mulheres da Bíblia como Sara, Rute, Ester são respeitadas, Maria de Nazaré que é retratada também pela Bíblia merece ainda mais receber o respeito e carinho.


”Quem são todas as mulheres, servos, senhores, príncipes, reis, monarcas da Terra comparados com a Virgem Maria que, nascida de descendência real (descendente do rei Davi) é, além disso, Mãe de Deus, a mulher mais sublime da Terra? Ela é, na cristandade inteira, o mais nobre tesouro depois de Cristo, a quem nunca poderemos exaltar bastante (nunca poderemos exaltar o suficiente), a mais nobre imperatriz e rainha, exaltada e bendita acima de toda a nobreza, com sabedoria e santidade.” (Martinho Lutero, ”Comentário do Magnificat”, cf. escritora evangélica M. Basilea Schlink, revista ”Jesus vive e é o Senhor”).


”Por justiça teria sido necessário encomendar-lhe [para Maria] um carro de ouro e conduzi-la com quatro mil cavalos, tocando a trombeta diante da carruagem, anunciando: ‘Aqui viaja a mulher bendita entre todas as mulheres, a soberana de todo o gênero humano’. Mas tudo isso foi silenciado; a pobre jovenzinha segue a pé, por um caminho tão longo e, apesar disso, é de fato a Mãe de Deus. Por isso não nos deveríamos admirar, se todos os montes tivessem pulado e dançado de alegria.” (idem, cf. escritora evangélica luterana M. Basilea Schlink, revista ”Pergunte e Responderemos” nº 429).


”Ser Mãe de Deus é uma prerrogativa tão alta, coisa tão imensa, que supera todo e qualquer intelecto. Daí lhe advém toda a honra e a alegria e isso faz com que ela seja uma única pessoa em todo o mundo, superior a quantas existiam e que não tem igual na excelência de ter com o Pai Celeste um filhinho comum. Nestas palavras, portanto, está contida toda a honra de Maria. Ninguém poderia pregar em seu louvor coisas mais magníficas, mesmo que possuísse tantas línguas quantas são na terra as flores e folhas nos campos, nos céus as estrelas e no mar os grãos de areia.” (idem, cf. escritora evangélica M. Basilea Schlink, revista ”Jesus vive e é o Senhor”)


”Peçamos a Deus que nos faça compreender bem as palavras do Magnificat… Oxalá Cristo nos conceda esta graça por intercessão de sua Santa Mãe! Amém.( Martinho Lutero, ”Comentário do Magnificat”).


”O Filho de Deus fez-se homem, de modo a ser concebido do Espírito Santo sem o auxílio de varão e a nascer de Maria pura, santa e sempre virgem .(Martinho Lutero, ”Artigos da Doutrina Cristã”)


”Não podemos reconhecer as bênçãos que nos trouxe Jesus, sem reconhecer ao mesmo tempo quão imensamente Deus honrou e enriqueceu Maria, ao escolhê-la para Mãe de Deus.” (João Calvino, Comm. Sur l’Harm. Evang.,20)


”Firmemente creio, segundo as palavras do Evangelho, que Maria, como virgem pura, nos gerou o Filho de Deus e que, tanto no parto quanto após o parto, permaneceu virgem pura e íntegra.” (Zwinglio, em ”Corpus Reformatorum”)


”Creio que [Jesus] foi feito homem, unindo a natureza humana à divina em uma só pessoa; sendo concebido pela obra singular do Espírito Santo, nascido da abençoada Virgem Maria que, tanto antes como depois de dá-lo à luz, continuou virgem pura e imaculada.” (John Wesley, fundadador da Igreja Metodista, em carta dirigida a um católico em 18.07.1749)


Paz do Senhor Jesus!


2 comentários:

Anônimo disse...

O precursor prático da unificação, do universalismo e da unidade religiosa neutra no Brasil e no mundo foi Alziro Zarur. Por que a maioria igonora esta realidade? Antes dele ninguém divulgava isto, por medo, igoismo ou orgulho: que país sem memória! Que falta de honestidade cultural! Mas o futuro mostrará...

Universalistas disse...

Agradecemos ao comentário de nosso amigo a respeito do trabalho grandioso de Alziro Zarur com o diálogo inter religioso, é um universalista nato. Divulgaremos em nosso blog para que todos conheçam um pouco da história do fundador da LBV - Alziro Zarur.

Mta paz e luz!
Blog dos Universalistas

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails