6 de out de 2010

AYAHUASCA E RELIGIÃO

A Ayahuasca é um preparado vegetal que facilita a indução aos estados alterados de consciência, o que significa que a percepção é deslocada do ponto de vista habitual, tornando o entendimento mais rápido e claro, porém minimizando a resistência que o indivíduo possui a novas teorias e práticas, o que pode ser utilizado como facilitador de assimilação e indução do pensamento. Este é um fator que demanda sempre um cuidado especial, já que os valores éticos nem sempre são exercitados na religião e na vida.

A indução do pensamento é feita de diversas maneiras, estando, inclusive, sutilmente implícita nas campanhas de marketing; o ser humano está submetido a muitas explorações de seu pensamento através de diversos contatos no dia-a-dia.

A ayahuasca deve ser utilizada para fortalecer a capacidade dos seres a melhorar os recursos de seu discernimento, oferecendo substrato para o reconhecimento das induções de pensamento e melhorando sua qualidade de vida, e não como mais um recurso para fixar idéias sem a análise pessoal. Desta forma, o uso da ayahuasca em contexto religioso deve estar submetido a alguns critérios importantes, que evidenciem valores éticos, tornando o ser humano mais capaz e verdadeiro para com sua ação, desenvolvendo a simplicidade na sua desenvoltura e desapego a conceitos que propiciem a interação social, independente de termos inerentes a essa ou àquela religião. A religião não é o único indicativo de busca espiritual, na realidade a vida é espiritual tanto quanto na Terra é material, então, a busca do conhecimento espiritual é a busca do conhecimento, não estando, portanto, necessariamente associada à religião.

A espiritualidade é algo inerente ao ser humano pela sua formação desde os princípios, portanto, para qualquer prática que envolva o autoconhecimento, a espiritualidade será percebida como integrada ao contexto da existência. Esta regra é útil para os trabalhos realizados com a Ayahuasca, mesmo aqueles em que o contexto religioso não está aplicado, pelo simples fato de que o espírito existe muito antes da possibilidade de se estruturar a religião.

A utilização da Ayahuasca pode melhorar a percepção dos seres, e através disto, melhorar a percepção daquilo que é existente, assim como o é a espiritualidade, além de que, a reunião de seres em busca do autoconhecimento regularmente, faz com que o plano espiritual sempre esteja atento para enviar auxílio ao desenvolvimento destes seres. Devemos considerar o fato de que estamos todos integrados, estando conscientes ou não desta realidade. O fato de existirem corpos não muda muito a interação entre os seres, mas como a ayahuasca melhora a percepção é possível uma interação mais consciente.

O uso da ayahuasca deve estar direcionado para o aprendizado, a presença de seres mais evoluídos para auxílio do trabalho não é feita pelo contexto religioso, mas pela intenção ou objetivo do grupo, assim como na vida a vibração é que atrai a presença dos seres. É perfeitamente possível em reuniões para estudo pedir a presença de seres que possam auxiliar, aliás, muitas vezes não é preciso pedir, pois o estabelecimento da maneira de utilização do sacramento pelo grupo já o faz, e isto depende dos objetivos e da observação do trabalho a serem desenvolvidos dentro das necessidades do grupo.

O uso de um sacramento como a ayahuasca deve estar submetido a princípios ou valores éticos, o que deve ser feito em qualquer contexto de busca de conhecimento. Assim, o direcionamento, embora esteja condicionado ao conhecimento dos dirigentes, pode ser transcendido pelo apoio energético que certamente se faz presente nas reuniões onde existe sinceridade de busca pelos participantes.

Ayahuasca Pode Ser Uma Religião?

É importante esclarecer que ayahuasca não é religião, é sacramento, ou seja, é um componente da natureza capaz de auxiliar o desenvolvimento do ser humano em suas potencialidades e, para tanto, deve ser utilizado com ética. A formação de uma religião está estruturada a partir de conceitos, tais conceitos não devem segregar sob nenhuma possibilidade os seres humanos, para tal, a filosofia universalista é a única capaz de dissolver as barreiras formadas por conceitos entre as religiões e os seres humanos, é necessário lembrar que a intenção humana é que segrega, devido à falta de instrução no importante contexto da humildade, igualdade e fraternidade. Portanto, as religiões são apenas reflexos das compreensões humanas, as quais nem sempre correspondem à verdade. A Ayahuasca não pode servir a essas finalidades.

A Utilização da Ayahuasca Precisa Estar Ligada a Uma Doutrina Específica ou Somente a Uma Doutrina?

Não, a doutrina não define a busca, embora possa direcioná-la. O ideal é que o ser humano aprenda a pensar por si próprio, reconhecendo o caminho a ser trilhado, toda doutrina pode ter marcas que estejam fundamentadas devido a necessidades particulares criadas para atender em um determinado tempo, quando a doutrina é real ou ainda é a expressão da verdade, ela permanece intacta sobre a vista do mais apurado discernimento.
Portanto, é sempre necessário a aplicação do discernimento sobre os elementos de qualquer doutrina, até porque o processo de entendimento de máximas verdadeiras promovem o entendimento e posterior compreensão para aproveitamento prático.
A ayahuasca é uma luz que revela o caminho para cada qual sem a necessidade de doutrinas, porém com a necessidade de busca, disciplina e envolvimento com o trabalho interior.

Como Agir Perante Dogmas e Limitações que Possam Existir nas Religiões que Utilizam a Ayahuasca e em Geral?

Existem doutrinas que não incentivam o uso do discernimento, mas tal fato se deve principalmente ao fato da maioria dos seres humanos preferirem não utilizar o discernimento. Algumas doutrinas podem contribuir para o crescimento do indivíduo, como é o caso da doutrina deixada por Jesus, mesmo que não se identifique os porquês de amar uns aos outros, pois quando se consegue praticar, boas são as chances de entender a máxima. Assim, o seguidor é favorecido, mesmo que não tenha avaliado sob o aspecto do discernimento.
O prejuízo pode ocorrer quando a doutrina é carregada de preconceitos e nada detém o indivíduo de a seguir, além do fato da falta de discernimento gerar um segmento mais arriscado sujeito a erro e acerto para aprendizado, e ainda, como as doutrinas estão sendo apresentadas em grupos, existe um fato que é a contaminação ou uma cobrança de ações idênticas no grupo, o que torna o ser humano pouco mais que uma marionete na mão dos coordenadores da doutrina. O esperado é que estes coordenadores tenham ética, mas é no mínimo imprudente deixar a cabo de outrem as nossas decisões, uma vez que desenvolver o discernimento é parte irrefutável do aprendizado para tornar-se sábio.
Que as doutrinas podem ajudar a desenvolver o discernimento não nos resta dúvidas, mas os dogmas são impecílios ao discernimento, atrasando o caminho daquele que insiste em deixar para outrem as decisões que deve tomar. Contudo, é possível exercitar o discernimento mesmo diante dos dogmas, e ainda, exercitar a paz, conhecendo e sutilmente avaliando os dogmas para não se deter por eles e extirpá-los no momento certo, por razões evidentemente éticas em prol de verdadeiros benefícios.

Utilização do Sacramento Ayahuasca Além das Barreiras Ideológicas e Dogmáticas


Os dogmas podem ser necessários aos seres humanos em determinados níveis de entendimento, no entanto, para que estes obtenham algum benefício a partir da utilização dos dogmas é necessário que tenham uma base adequada às leis regentes, de outra forma, nenhum conhecimento poderão elucidar através deles. O mais adequado, porém, é perceber que os valores oferecidos possam ser examinados diante do discernimento.

As barreiras ideológicas, por sua vez, representam uma grande ilusão separatista que não produz conhecimento e segrega a favor da ilusão. O sacramento ayahuasca deve ser utilizado para transcender as barreiras ideológicas, incentivando a busca do discernimento como base para o aprendizado através da verificação dos eventos em movimentos de ações práticas vividas, e ainda, deve ser utilizado como meio para transcender os estados dogmáticos produzidos por conceitos desenvolvidos intelectualmente para diminuir a importância da experiência transcendental.

Para estes fatos é clara a importância da experiência de autoconhecimento para a evolução e adequação à missão particular de cada indivíduo, neste caso, os valores devem ser avaliados sob o ponto de vista supraconsciente sem intervenções do ego e seus personagens fundamentos em ideologias e dogmas daquilo que é certo ou errado. A verdade sempre foi independente e sempre esteve presente, muito antes do ser humano conseguir atribuir sentido às palavras e com elas montar conceitos.

Um bom trabalho com a utilização do sacramento ayahuasca deve conter elementos éticos de libertação, que estão fundamentos na utilização do discernimento em todas as circunstâncias, do envolvimento ético do ser humano com o meio e consigo, de sinceridade e respeito à busca particular, e ainda, com disciplina para tornar real o conhecimento adquirido através da prática. Enfim, o essencial para um bom desenvolvimento em um trabalho é a capacidade de encontrar e reconhecer o real dentro dos participante e do meio onde se vive.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails