26 de mar de 2011

PAI NOSSO EM ARAMAICO E EM GREGO


PAI NOSSO EM ARAMAICO


PAI NOSSO EM GREGO


21 de mar de 2011

CABOCLA JUREMA E CABOCLO TUPINAMBÁ


Pierre Simões canta pontos consagrados de Oxóssi.

CABOCLO TUPINAMBÁ (Linha de Oxóssi)



CABOCLA JUREMA (Linha de Oxóssi)



19 DE MARÇO - DIA DE SÃO JOSÉ


Dedicamos esta linda música em homenagem a São José.
Segue a letra da melodia abaixo:



MEU BOM JOSÉ


Olhe o que foi meu bom José
Se apaixonar pela donzela
Dentre todas a mais bela
De toda sua Galileia


Casar com Débora ou com Sara
Meu bom José, voce podia
E nada disso acontecia,
Mas você foi amar Maria


Você podia ser simplesmente
Ser carpinteiro e trabalhar
Sem nunca ter que se exilar
E se esconder com Maria


Meu bom José você podia
Ter muitos filhos com Maria
E teu oficio ensinar
Como teu pai sempre fazia


Porque será meu bom José
Que esse teu pobre filho um dia
Andou com estranhas ideias
Que fizeram chorar Maria


Me lembro às vezes de você
Meu bom José, meu pobre amigo
Que dessa vida só queria
Ser feliz com sua Maria

19 de mar de 2011

HERCÓLUBUS


HERCÓLUBUS: O PLANETA DO FIM DO MUNDO por Alcioneassociation

Mensagem universal sobre Hercólubus ou Planeta Vermelho

Hercólubus, planeta chamado assim pelos sabios da antiguidade, aproxima-se ao nosso Sistema Solar e isto é motivo de grande preocupação para quem conhece tal fenómeno cósmico. Na sua anterior aproximação Hercólubus pus fim à civilização Atlante. Estes factos ficaram devidamente narrados através de todos os “dilúvios universais” de diferentes religiões e culturas. A chegada de Hercólubus trazerá como consequência grandes convulsões em todas as esquinas do nosso planeta. O fogo do interior originará inumeráveis vulcões e os terramotos aumentarão por todos os lados. Quando Hercólubus se encontrar na sua máxima aproximação produzir-se-á uma revolução total dos eixos da Terra. Através dos tempos grandes sábios têm investigado profundamente sobre o retorno do Planeta Vermelho e têm alertado sobre tal fenómeno cósmico. A última grande testemunha foi a do Mestre Rabolú, quem legou uma mensagem universal à humanidade através da sua obra “Hercólubus ou Planeta Vermelho”.

Nesta Obra, V.M. Rabolú escreve:

"Quando Hercólubus se aproximar mais da Terra, que se ponha ao lado do Sol, começarão as epidemias mortíferas a expandirem-se por todo o planeta, e os médicos ou ciência oficial não conhecerão que classe de doenças são e com o que se curam; ficarão «mãos ao alto» rendidos às epidemias."

"Chegará o momento da tragédia, da obscuridade: tremores, terramotos, maremotos; os seres humanos desequilibrar-se-ão mentalmente por não poderem comer nem dormir; e, vendo o perigo, ao precipício lançar-se-ão em massa, totalmente loucos."

"O que afirmo neste livro é uma profecia a muito curto prazo, porque me consta o final do planeta, conheço-o."

"Não estou a assustar mas a prevenir, porque tenho angústia por esta pobre Humanidade, já que os factos não se fazem esperar e não há tempo a perder em coisas ilusórias."

Na sua mensagem, V.M. Rabolú assinala a eliminação dos defeitos psicológicos e o desdobramento astral consciente como as únicas fórmulas existentes para escapar do cataclismo que vem. Todo aquele que trabalhe pela sua própria regeneração espiritual será levado a um lugar seguro…

ESTÁ NA HORA DE CONHECER-SE A SÍ PRÓPRIO, ESTÁ NA HORA DE TRANSFORMAR-SE.



Como conseguir o livro?
Devido à grande importância que esta mensagem universal tem para a humanidade, a Associação Alcione envia por correio exemplares do livro "Hercólubus ou Planeta Vermelho" de maneira totalmente gratuita a qualquer parte do mundo.

Existem traduções em numerosas línguas.
Pode solicitar esta obra escrevendo a:

infohercolubus@gmail.com

Ou então a:
Asociación Cultural Alcione
Apartado de correos 4
09080 Burgos (Espanha)

Também pode utilizar o formulário do site.

Fonte: http://www.hercolubus.tv e http://www.giantredplanet.com/portuguese.htm

18 de mar de 2011

PRECE DE CÁRITAS

Que esta linda e completa Prece de Cáritas adentre os vossos corações, limpando todas tristezas e trazendo paz espiritual e alegria!

Muita paz de espírito a todos!

Deus os abençoem!


QUE AMBIENTE VOCÊ VIVE?


de Brigas, aprenderá a ser Intolerante!


de Calúnias, aprenderá a ser Mentiroso!


de Preguiça, aprenderá a ser Invejoso!


de Ciúme, aprenderá a ser Possessivo!


de Ironia, aprenderá a ser Medroso!


de Agressões, aprenderá a ser Dependente!


de Cólera, aprenderá a ser Raivoso!


de Bagunça, aprenderá a ser Indisciplinado!


de Silêncio e Calma, aprenderá a ser Pacífico!


de Sinceridade, aprenderá a ser Verdadeiro!


de Trabalho, aprenderá a ser Criativo!


de Compreensão, aprenderá a ser Ponderado!


de Bom Humor, aprenderá a ser Alegre!


de Carinho, aprenderá a ser Cortês!


de Estudo, aprenderá a ser Aculturado!


de Bons Hábitos, aprenderá a ser Coerente!


de Amor, aprenderá a ser Feliz!




Texto copiado do mural de uma Escola. Que ambiente você está vivenciando com sua Família?
Extraído do site da Fraternidade Ramatís

Extraído do site do C.E.U. Esperança.
ceuesperanca.blogspot.com


17 de mar de 2011

RESGATES COLETIVOS: A MISSÃO

"A terra é preciosa, e feri-la é desprezar o seu Criador. Contaminem suas camas, e uma noite serão sufocados pelos próprios dejetos."
(Cacique Seattle)

 
Antes de mais nada, gostaria que as pessoas encarassem o texto apenas como uma fonte de estudo (apocalíptico ou até mesmo mitológico, como quiserem) e não como um alerta, algo pra influir em suas vidas. Não quero meter medo em ninguém, todos sabem que estamos maltratando nosso planeta e só estamos colhendo o que plantamos. E não adianta ficar alertando pro "fim dos tempos", estamos todos no mesmo barco, que é nossa mãe Terra, e precisamos sim cuidar de nossas casas (nosso ecossistema, e nosso corpo físico) e do MORADOR dessas casas, educando-nos no sentido de ser um bom pai, um bom filho, um bom companheiro... e um bom morador.

MAS, eu simplesmente adoro esses assuntos, e queria deixar registrado aqui até mesmo pra eu lembrar e, caso aconteça alguma das coisas descritas abaixo, eu possa enfim realmente acreditar.

Bem, tive a oportunidade de participar da reunião do dia 1 de janeiro, onde tradicionalmente o Irmão Bernardo permite um bate-papo (normalmente ele só faz uma palestra e vai embora). Óbvio que o assunto foi o tsunami e o que o futuro nos reserva.

Ele começou dizendo que esse resgate era apenas o primeiro de muitos, que será feito de forma homeopática nos próximos sete anos, acontecendo em diversos países como eventos isolados ainda maiores que o tsunami da Ásia, o que horrorizará ainda mais o planeta. Sete grandes fendas se abrirão na Terra, uma no Brasil (não falou onde), uma na Argentina e outra em Nova York, essa a maior (as outras ele não falou onde seriam). Comentou que algumas pessoas não estão nem aí pra isso porque "no Brasil não tem maremoto, terremoto, furacão ou vulcão, mas terá".

Perguntamos das vítimas do Tsunami, o que elas teriam feito pra receber isso.
- Ele falou que pro planeta Terra somos o equivalente a poeirinha, e que se é preciso "limpar a casa", terá de varrer a poeira. E citou um exemplo: se queremos limpar a nossa casa e evitar doenças, nós matamos os ratos e baratas. Mas eles também são seres vivos, criaturas de Deus. Também não é injusto com eles? Mas eles estão na hora e lugar errados. Então falou que quem não tinha de morrer não morre (e falou do bebê que sobreviveu em cima de um colchão). Mencionou especialmente a raça chinesa, muito antiga e cujo ciclo reencarnatório é feito em sua maioria entre eles, mas que é muito endurecida espiritualmente, não fazendo muita distinção entre animais ou humanos (seria uma candidata ao próximo resgate)?

- Também mencionou que, se a morte de uma pessoa tem a ver com aviação, ele vai morrer de avião mesmo que nunca tenha saído de casa (ou seja, o avião cai em cima da casa dele). E citou os Mamonas Assassinas, dizendo que até agora eles não "se encontraram". Disse que tem um integrante que está até hoje carregando a cabeça debaixo do braço, procurando pelo primo. Não preciso dizer que nós ficamos horrorizados com essa notícia, e uma de nós perguntou por que a espiritualidade não os ajuda a "se encontrarem". Bernardo falou que isso só compete a eles. A espiritualidade ajudou-os no resgate, levou-os pra dormirem (aqueles procedimentos pós-morte que vemos nos livros espíritas), mas disse que depois que acordam, o rumo que cada espírito tomará vai depender exclusivamente dele.

- Mencionou o eixo da Terra, dizendo que, se for calcular matematicamente, verão que deslocou-se 3 vezes mais que os 6 centímetros que os cientistas italianos disseram.

- Falou da aceleração do tempo que as pessoas vêm sentindo, e da mudança do clima no mundo todo, então eu perguntei "o que está causando isso?". Ele parou um segundo, e saiu-se com essa: "não se espantem se virem uma nova lua ou um novo sol no céu". Aí eu joguei verde: "e quando será isso"?. Ele sorriu e disse "pode ser amanhã". Então eu pedi mais detalhes sobre o tal planeta que viria. Perguntei se era o "abominável da desolação" falado por Jesus ou o cometa das quadras de Nostradamus. Então ele parou, se "desligou" e voltou com a resposta: "é o mesmo que Nostradamus falava". Falou que ele "roçaria" com a Terra. Será um evento que alinhará de vez o eixo da Terra, e que somente com o alinhamento (que alterará de vez o clima) é que o Brasil se tornará o celeiro do mundo. Fico pensando se esse deslocamento foi realmente resultante do terremoto ou se o terremoto foi resultante de um começo de deslocamento...

- Com a mudança, o sertão nordestino ficará com clima tropical (e mencionou os profetas nordestinos que já previam a mudança, como Antônio Conselheiro, que dizia "O sertão vai virar mar, e o mar vai virar sertão") e nos falou que os que mais sofrem nas secas foram - em outras vidas - aqueles que estão nas escrituras, os que aravam as terras dos inimigos com sal para destruí-los de vez. Por isso a lição (o "karma") do nordestino é ter de tirar seu sustento de uma terra seca e inóspita, pra aprender a dar valor ao pouco que tem. Mas, como o karma não é para todos, é fácil ver, alguns quilômetros adiante, verdadeiros oásis, como a cidade de Bonito, que até cachoeiras tem.

- Falou en passant do "mal que sai da boca dos homens", parafraseando Jesus. Isso porque, quando você insulta alguém, magoa ou agride com suas palavras, a pessoa que recebe isso vai criar automaticamente uma barreira, uma defesa psíquica do tipo "isso é um absurdo!", e a energia que você jogou na pessoa (naturalmente negativa) vai rebater e vai voltar (naturalmente) pro dono, que é o caminho de menor resistência. E isso reflete em todo o corpo, provocando doenças e mal-estar, câncer, essas coisas...

- Deu uma dica pra filha de 4 anos do meu tio, para colocarem ela pra aprender francês, que será uma língua de mais futuro do que o inglês (OK, nós captamos a mensagem... hehehe).

- Da forma como ele falou, parecia que a Terra estaria piorando nos próximos anos, daí perguntamos se o planeta ficaria sendo de regeneração ou não? A resposta foi meio dúbia e não muito animadora: será travada uma espécie de batalha (no plano espiritual, creio). "Os que sobreviverem acabarão pedindo pra ir, também". Não entendi direito, mas o pessoal achou que a coisa aqui ia ficar tão feia que o bordão "os vivos invejarão os mortos" vai fazer sentido.

- Perguntei mais detalhes dos tais extraterrestres que viriam nos ajudar. Afinal, ele falou isso outra vez e não ficou muito claro. Então ele falou "eles já estão entre vocês há algum tempo. Não esperem que venham com antenas na cabeça. Eles estão encarnando como humanos". Falou que, com a evolução do cérebro humano (?) eles poderão se manifestar em todo o seu potencial.

Fonte: Somos Todos Um - Texto de Acid.

ABRAM SUAS ASAS E VOEM



Contribuição do Irmão Sérgio Carvalho. Namaste!

12 de mar de 2011

DEZ DOENÇAS ESPIRITUALMENTE TRANSMISSÍVEIS

Por Mariana Caplan, Ph.D.
Autora de “Eyes Wide Open” (Olhos Bem Abertos):

Cultivando o Discernimento no Caminho Espiritual

É uma selva lá fora, e não deixa de ser uma verdade a respeito da vida espiritual como qualquer outro aspecto da vida. Será que realmente pensamos que só porque alguém tem meditado por cinco anos, ou feito 10 anos de prática de ioga, que será menos neurótico que outra pessoa? Na melhor das hipóteses, talvez eles serão um pouco mais conscientes disso. Um pouco.

É por esta razão que eu passei os últimos 15 anos de minha vida pesquisando e escrevendo livros sobre cultivo de discernimento sobre o caminho espiritual em todas as áreas pedregosas – poder, sexo, iluminação, gurus, os escândalos, a psicologia, a neurose - mesmo que a sério, mas simplesmente confusas e inconscientes, as motivações no caminho. Meu sócio (autor e professor Marc Gafni) e eu estamos desenvolvendo uma nova série de livros, cursos e práticas para trazer mais esclarecimentos para essas questões.

Vários anos atrás eu passei um verão vivendo e trabalhando na África do Sul. Após a minha chegada, fui imediatamente confrontada com a realidade visceral que eu estava no país com a maior taxa de homicídios do mundo, onde o estupro é comum e mais de metade da população era HIV-positivo – homens e mulheres, gays e heteros iguais .

Como eu vim a conhecer centenas de mestres espirituais e milhares de praticantes espirituais através do meu trabalho e viagens, fiquei impressionada pela maneira em que as visões espirituais, perspectivas e experiências tornam-se da mesma forma “infectadas” por “conceitos contaminantes” – compondo um relacionamento confuso e imaturo para princípios espirituais complexos que podem parecer bem invisíveis e insidiosos como uma doença sexualmente transmissível.

As seguintes 10 categorizações não se destinam a ser definitivas, mas são oferecidos como uma ferramenta para se tornar consciente de algumas das doenças mais comuns transmitidas espiritualmente.

1. A Espiritualidade Fast-Food: Misture a espiritualidade com uma cultura que celebra a velocidade, a multitarefa e gratificação instantânea e o resultado é provável que seja a espiritualidade fast-food. A espiritualidade fast-food é um produto da fantasia comum e compreensível que o alívio do sofrimento da nossa condição humana pode ser rápida e fácil. Uma coisa é certa, porém: a transformação espiritual não pode ser obtida em uma solução rápida.

2. Falsa Espiritualidade: a espiritualidade do falso é a tendência de falar, vestir e agir como se imagina que uma pessoa espiritual seja. É uma espécie de imitação da espiritualidade que imita a realização espiritual da maneira que o tecido estampado de pele de onça imita a pele genuína de uma onça.

3. Motivações Confusas: Embora o nosso desejo de crescer seja genuíno e puro, muitas vezes ele se confunde com motivações menores, incluindo o desejo de ser amado, o desejo de pertencer, a necessidade de preencher nosso vazio interno, a crença de que o caminho espiritual removerá o nosso sofrimento e ambição espiritual, o desejo de ser especial, de ser melhor do que, para ser “o único”.

4. Identificando-se com Experiências Espirituais: Nesta doença, o ego se identifica com a nossa experiência espiritual e a toma como sua própria, e nós começamos a acreditar que estamos incorporando insights e idéias que surgiram dentro de nós em determinados momentos. Na maioria dos casos,isso não dura indefinidamente, embora tenda a perdurar por longos períodos de tempo para aqueles que se julgam iluminados e / ou que trabalham como professores espirituais.

5. O Ego Espiritualizado: Essa doença ocorre quando a própria estrutura da personalidade egóica se torna profundamente integrada com conceitos espirituais e idéias. O resultado é uma estrutura egóica, que é “à prova de bala.” Quando o ego se torna espiritualizado, somos invulneráveis a ajudar, uma nova entrada, ou comentários construtivos. Nos tornamos seres humanos e impenetráveis e estamos tolhidos em nosso crescimento espiritual, tudo em nome da espiritualidade.

6. Produção em Massa de Professores Espirituais: Há uma série de atuais tradições espirituais da moda , que produzem pessoas que acreditam estar em um nível de iluminação espiritual, ou mestria, que está muito além de seu nível real. Esta doença funciona como uma correia transportadora espiritual: coloca este brilho, leva àquele insight, e – bam! – Você está iluminado e pronto para iluminar os outros de maneira similar. O problema não é aquilo que tais professores ensinam, mas que representam a si próprios como tendo realizado a mestria espiritual .

7. Orgulho Espiritual: O orgulho espiritual surge quando o profissional, através de anos de esforço trabalhado efetivamente alcançou um certo nível de sabedoria e que usa esse conhecimento para se desligar a novas experiências. Um sentimento de “superioridade espiritual” é outro sintoma desta doença transmitida espiritualmente. Ela se manifesta como uma sensação sutil de que “Eu sou melhor, mais sábio e acima dos outros porque sou espiritual”.

8. Mente de Grupo: Também conhecido como o pensamento grupal, mentalidade de culto ou doença ashram. A mente de grupo é um vírus insidioso que contém muitos elementos tradicionais da co-dependência. Um grupo espiritual faz acordos sutis e inconscientes sobre as formas corretas de pensar, falar, vestir e agir. Indivíduos e grupos infectados com o “espírito de grupo” rejeitam indivíduos, atitudes e circunstâncias que não estão em conformidade com as regras, muitas vezes não escritas do grupo.

9. O Complexo de Povo Escolhido: O complexo de pessoas escolhidas não se limita aos judeus. É a crença de que “O nosso grupo é mais poderoso, iluminado e evoluído espiritualmente, e simplesmente colocado, melhor do que qualquer outro grupo.” Há uma distinção importante entre o reconhecimento de que alguém encontrou o caminho certo, p professor, ou comunidade para si, e tendo encontrado aquele, O Único.

10. O Vírus Mortal: “Eu Cheguei”: Esta doença é tão potente que tem a capacidade de ser terminal e mortal para a nossa evolução espiritual. Esta é a crença de que “Eu cheguei” na meta final do caminho espiritual. Nosso progresso espiritual termina no ponto em que essa crença se cristalizou em nossa psique, no momento em que começamos a acreditar que chegamos ao fim do caminho, um maior crescimento cessa.

“A essência do amor é a percepção”, de acordo com os ensinamentos de Marc Gafni, “Portanto, a essência do amor próprio é a auto percepção Você só pode se apaixonar por alguém que você pode ver claramente – incluindo a si mesmo. Amar é ter olhos para ver. É só quando você se vê claramente que você pode começar a se amar “.

É no espírito dos ensinamentos de Marc que eu acredito que uma parte crítica do discernimento da aprendizagem no caminho espiritual é a descoberta da doença generalizada do ego e auto-engano que está em todos nós. Ou seja, é quando precisamos de um senso de humor e do apoio de amigos espirituais reais. À medida que enfrentamos nossos obstáculos para o crescimento espiritual, há momentos em que é fácil cair em um sentimento de desespero e auto diminuição e perder nossa confiança no caminho. Precisamos manter a fé em nós mesmos e nos outros, a fim de realmente fazer a diferença neste mundo.

Por Mariana Caplan


Fonte: Blog CEU Esperança

11 de mar de 2011

O QUE QUER DIZER QUARESMA?

O que quer dizer Quaresma?

A palavra Quaresma vem do latim quadragésima e é utilizada para designar o período de quarenta dias que antecedem a festa ápice do cristianismo: a ressurreição de Jesus Cristo, comemorada no famoso Domingo de Páscoa. Esta prática data desde o século IV. Na quaresma, que começa na quarta-feira de cinzas e termina na quinta-feira (até a Missa da Ceia do Senhor, exclusive - Diretório da Liturgia - CNBB) da Semana Santa, os católicos realizam a preparação para a Páscoa. O período é reservado para a reflexão, a conversão espiritual. Ou seja, o católico deve se aproximar de Deus visando o crescimento espiritual. Os fiéis são convidados a fazerem uma comparação entre suas vidas e a mensagem cristã expressa nos Evangelhos. Esta comparação significa um recomeço, um renascimento para as questões espirituais e de crescimento pessoal. O cristão deve intensificar a prática dos princípios essenciais de sua fé com o objetivo de ser uma pessoa melhor e proporcionar o bem para os demais.Essencialmente, o período é um retiro espiritual voltado à reflexão, onde os cristãos se recolhem em oração e penitência para preparar o espírito para a acolhida do Cristo Vivo, Ressuscitado no Domingo de Páscoa. Assim, retomando questões espirituais, simbolicamente o cristão está renascendo, como Cristo. Todas as religiões têm períodos voltados à reflexão, eles fazem parte da disciplina religiosa. Cada doutrina religiosa tem seu calendário específico para seguir. A cor litúrgica deste tempo é o roxo, que significa luto e penitência.Cerca de duzentos anos após o nascimento de Cristo, os cristãos começaram a preparar a festa da Páscoa com três dias de oração, meditação e jejum. Por volta do ano 350 d. C., a Igreja aumentou o tempo de preparação para quarenta dias. Assim surgiu a Quaresma.

Qual o significado destes 40 dias?
Na Bíblia, o número quatro simboliza o universo material. Os zeros que o seguem significam o tempo de nossa vida na terra, suas provações e dificuldades. Portanto, a duração da Quaresma está baseada no símbolo deste número na Bíblia. Nela, é relatada as passagens dos quarenta dias do dilúvio, dos quarenta anos de peregrinação do povo judeu pelo deserto, dos quarenta dias de Moisés e de Elias na montanha, dos quarenta dias que Jesus passou no deserto antes de começar sua vida pública, dos 400 anos que durou a estada dos judeus no Egito, entre outras. Esses períodos vêm sempre antes de fatos importantes e se relacionam com a necessidade de ir criando um clima adequado e dirigindo o coração para algo que vai acontecer.

O que os cristãos devem fazer no tempo de Quaresma?
A Igreja católica propõe, por meio do Evangelho proclamado na quarta-feira de cinzas, três grandes linhas de ação: a oração, a penitência e a caridade. Não somente durante a Quaresma, mas em todos os dias de sua vida, o cristão deve buscar o Reino de Deus, ou seja, lutar para que exista justiça, a paz e o amor em toda a humanidade. Os cristãos devem então recolher-se para a reflexão para se aproximar de Deus. Esta busca inclui a oração, a penitência e a caridade, esta última como uma conseqüência da penitência.

Ainda é costume jejuar durante este tempo?
Sim, ainda é costume jejuar na Quaresma, ainda que ele seja válido em qualquer época do ano. A igreja propõe o jejum principalmente como forma de sacrifício, mas também como uma maneira de educar-se, de ir percebendo que, o que o ser humano mais necessita é de Deus. Desta forma se justifica as demais abstinências, elas têm a mesma função. Oficialmente, o jejum deve ser feito pelos cristãos batizados, na quarta-feira de cinzas e na sexta-feira santa. Pela lei da igreja, o jejum é obrigatório nesses dois dias para pessoas entre 18 e 60 anos. Porém, podem ser substituídos por outros dias na medida da necessidade individual de cada fiel, e também praticados por crianças e idosos de acordo com suas disponibilidades. O jejum, assim como todas as penitências, é visto pela igreja como uma forma de educação no sentido de se privar de algo e reverte-lo em serviços de amor, em práticas de caridade. Os sacrifícios, que podem ser escolhidos livremente, por exemplo: um jovem deixa de mascar chicletes por um mês, e o valor que gastaria nos doces é usado para o bem de alguém necessitado.

O que é a Campanha da Fraternidade?
O percurso da Quaresma é acompanhado pela realização da Campanha da Fraternidade – a maior campanha da solidariedade do mundo cristão. Cada ano é contemplado um tema urgente e necessário. A Campanha da Fraternidade é uma atividade ampla de evangelização que ajuda os cristãos e as pessoas de boa vontade a concretizarem, na prática, a transformação da sociedade a partir de um problema específico, que exige a participação de todos na sua solução. Ela tornou-se tão especial por provocar a renovação da vida da igreja e ao mesmo tempo resolver problemas reais. Seus objetivos permanentes são: despertar o espírito comunitário e cristão no povo de Deus, comprometendo, em particular, os cristãos na busca do bem comum; educar para a vida em fraternidade, a partir da justiça e do amor: exigência central do Evangelho. Renovar a consciência da responsabilidade de todos na promoção humana, em vista de uma sociedade justa e solidária. Os temas escolhidos são sempre aspectos da realidade sócio-econômico-política do país, marcada pela injustiça, pela exclusão, por índices sempre mais altos de miséria. Os problemas que a Campanha visa ajudar a resolver, se encontram com a fraternidade ferida, e a fé, tem o compromisso de restabelecê-la. A partir do início dos encontros nacionais sobre a CF, em 1971, a escolha de seus temas vem tendo sempre mais ampla participação dos 16 Regionais da CNBB que recolhem sugestões das Dioceses e estas das paróquias e comunidades.

Como começou a Campanha da Fraternidade?
Em 1961, três padres responsáveis pela Cáritas Brasileira idealizaram uma campanha para arrecadar fundos para as atividades assistenciais e promocionais da instituição e torná-la autônoma financeiramente. A atividade foi chamada Campanha da Fraternidade e realizada pela primeira vez na quaresma de 1962, em Natal-RN, com adesão de outras três Dioceses e apoio financeiro dos Bispos norte-americanos. No ano seguinte, 16 Dioceses do Nordeste realizaram a campanha. Não teve êxito financeiro, mas foi o embrião de um projeto anual dos Organismos Nacionais da CNBB e das Igrejas Particulares no Brasil, realizado à luz e na perspectiva das Diretrizes Gerais da Ação Pastoral (Evangelizadora) da Igreja em nosso País. Este projeto se tornou nacional no dia 26 de dezembro de 1963, com uma resolução do Concílio Vaticano II, a maior e mais importante reunião da igreja católica. O projeto realizou-se pela primeira vez na quaresma de 1964. Ao longo de quatro anos seguidos, por um período extenso em cada um, os Bispos ficaram hospedados na mesma casa, em Roma, participando das sessões do Concílio e de diversos momentos de reunião, estudo, troca de experiências. Nesse contexto, nasceu e cresceu a Campanha da Fraternidade.

Qual é a relação entre Campanha da Fraternidade e a Quaresma?
A Campanha da Fraternidade é um instrumento para desenvolver o espírito quaresmal de conversão e renovação interior a partir da realização da ação comunitária, que para os católicos, é a verdadeira penitência que Deus quer em preparação da Páscoa. Ela ajuda na tarefa de colocar em prática a caridade e ajuda ao próximo. É um modo criativo de concretizar o exercício pastoral de conjunto, visando a transformação das injustiças sociais.Desta forma, a Campanha da Fraternidade é maneira que a Igreja no Brasil celebra a quaresma em preparação à Páscoa. Ela dá ao tempo quaresmal uma dimensão histórica, humana, encarnada e principalmente comprometida com as questões específicas de nosso povo, como atividade essencial ligada à Páscoa do Senhor.

Quais são os rituais e tradições associados com este tempo?
As celebrações têm início no Domingo de Ramos, ele significa a entrada triunfal de Jesus, o começo da Semana Santa. Os ramos simbolizam a vida do Senhor, ou seja, Domingo de Ramos é entrar na Semana Santa para relembrar aquele momento. Depois, celebra-se a Ceia do Senhor, realizada na quinta-feira santa, conhecida também como o lava pés. Ela celebra Jesus criando a eucaristia, a entrega de Jesus e portanto, o resgate dos pecadores.Depois, vem a celebração da Sexta-feira da Paixão, também conhecida como sexta-feira santa, que celebra a morte do Senhor, às 15 horas. Na sexta à noite geralmente é feita uma procissão ou ainda a Via Sacra, que seria a repetição das 14 passagens da vida de Jesus. No sábado à noite, o Sábado de Aleluia, é celebrada a Vigília Pascal, também conhecida como a Missa do Fogo. Nela o Círio Pascal é acesso, resultando as cinzas. O significado das cinzas é que do pó viemos e para o pó voltaremos, sinal de conversão e de que nada somos sem Deus. Um símbolo da renovação de um ciclo. Os rituais se encerram no domingo, data da ressurreição de Cristo, com a Missa da Páscoa, que celebra o Cristo vivo.

Texto Extraído do Blog do Padre Silvio Andrei. http://padresilvioandrei.blogspot.com/

Fonte: CNBB - Conferência Nacional dos Bispos do Brasil

2 de mar de 2011

SABEDORIA DE LAO TSÉ



Contribuição do Amigo do Orkut, Leandro. Obrigado!

Related Posts with Thumbnails