13 de abr de 2010

CRENÇAS

por: Elisabeth Cavalcante

Todos nós vivemos guiados por um sistema de crenças. E a crença não é apenas algo relacionado a um aspecto religioso. Ela significa tudo aquilo em que acreditamos, principalmente, relacionado ao nosso próprio ser.

Os valores morais em que baseamos nossa vida e que nos foram transmitidos inicialmente por nossa família e, depois, pela sociedade, são apenas uma parte de nosso sistema de crenças.

A verdade que cultivamos a nosso próprio respeito também é derivada da opinião e do julgamento que recebemos do mundo exterior. A criança que fomos um dia construiu uma auto-imagem que, na maioria das vezes, não corresponde à nossa real natureza.

Entretanto, poucos se apercebem disto e seguem exercendo um papel para o qual foram treinados ao longo da vida. Esta discrepância entre o que somos de fato e o que nos convenceram que éramos, é fonte de muito sofrimento.

Sair deste labirinto e fazer a viagem de volta ao nosso verdadeiro ser exige de nós, em primeiro lugar, uma atenção permanente para aquilo que se passa em nosso interior.

Os sentimentos são os guias mais eficazes nesta trilha. Sem eles, prosseguiremos perdidos nas ilusões da mente e do ego, que tenta nos convencer a todo custo de que seguir o caminho pré-estabelecido pelos outros é o mais sensato.

Coragem, confiança e um desejo inabalável de reencontrar a fonte original de felicidade, com a qual chegamos ao mundo, são as virtudes que nos levarão, inevitavelmente, ao encontro da divina presença que habita em nós.

A sociedade quer que você seja estúpido, não inteligente. Inteligência é perigosa. Inteligência significa que você começará a pensar sobre si mesmo, você começará a olhar para si mesmo. Você não acreditará nas escrituras, você acreditará somente em sua própria experiência.

... por favor, não acredite no que eu digo. Experimento, meditar, experiência – a menos que ela se torne sua própria compreensão, nada irá ajudar.

... O que quer que seja necessário, você já o tem. Apenas olhe para dentro e você achará infinitos tesouros, inesgotáveis tesouros de alegria, amor, êxtase.
Nada está sendo perdido se você olhar para dentro, mas se você segue buscando do lado de fora, você se sentirá mais e mais frustrado.

E como você vai envelhecer, é claro, você sentirá que sua vida está escapando de suas mãos e você não encontrou ainda. E toda a ironia é que você não perdeu em primeiro lugar. Ele tem sempre estado dentro de você...Está neste momento dentro de você.

Mas, não acredite em mim. Eu não estou aqui para criar crenças, eu estou aqui para ajudar você a experimentar. O momento torna-se sua experiência, ele liberta. A verdade liberta, diz Jesus – não a crença, mas a verdade.

Mas, minha verdade não pode ser a sua verdade; minha verdade será sua crença. Somente a sua verdade pode ser verdadeira para você. A verdade certamente liberta, mas deixe-me adicionar que a verdade tem ser sua verdade. A verdade de ninguém mais pode libertá-lo. A verdade de alguém mais se tornará somente um aprisionamento.

... você não está perdendo nada. Ninguém está perdendo.... Nós somos parte de Deus e Deus é parte de nós. Não há maneira possivel de perdê-lo.
Como pode você escapar de si mesmo? Onde? Onde quer que você for, você permanecerá você mesmo. Inclusive no inferno, você permanecerá você mesmo, porque você não pode escapar de si mesmo, você não pode escapar de Deus. Ele está lá esperando, pacientemente esperando que você olhe para dentro.

Fonte: Site Somos Todos Um

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails