11 de jan de 2009

O QUE É O MOVIMENTO HARE KRISHNA?

O Movimento Hare Krishna está inserido na mais antiga tradição religiosa de que se tem conhecimento. Ele é a própria religião Vaishnava (tradição monoteísta com milhões de seguidores na Índia e no Ocidente; cultiva a devoção a Vishnu ou Krishna), que é o tronco principal do complexo filosófico denominado hinduísmo.

Baseados nas conclusões de grandes mestres espirituais, os vaishnavas consideram Sri Caitanya Mahaprabhu uma encarnação do Senhor Krishna. Pouco antes de o Brasil ser descoberto, acontecia, na Índia, um importante movimento, com bases populares, de renascimento do sentimento de bhakti, devoção a Deus. O responsável por essa revolução espiritual foi grande santo e filósofo Sri Caitanya Mahaprabhu, que reviveu a prática de meditação sonora no mantra "Hare Krishna Hare Krishna, Hare Krishna, Krishna Krishna, Hare Hare, Hare Rama, Hare Rama, Rama Rama, Hare Hare".

Caitanya Mahaprabhu também ensinou que qualquer nome referente a Deus (por exemplo, Jeová, Alá, Krishna, Rama, etc.) é completamente puro e qualquer pessoa, seja qual for sua religião, filosofia, cultura ou tradição, pode praticar este processo de cantar os santos nomes de Deus e assim obter todos os benefícios decorrentes desta prática de meditação, a saber o fim das ansiedades mentais, controle da mente e dos sentidos, desenvolvimento da consciência e a suprema proposta de todas as religiões autênticas: desenvolver amor puro por Deus. Esta prática é baseada no milenar conhecimento védico originário da Índia. Este conhecimento está chegando até nós através de uma linha de sucessão discipular, isto é, uma corrente de mestres espirituais e discípulos, autêntica e ininterrupta, que vem desde os primórdios da criação. Nesta seqüência de mestres espirituais, situa-se sua divina graça A.C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada, que fundou em 1966, na cidade Nova Iorque, a Sociedade Internacional da Consciência Krishna, a ISKCON, mais conhecida como movimento Hare Krishna. Srila Prabhupada veio a falecer em 1977, deixando seus discípulos mais adiantados com a função de dirigir espiritualmente o Movimento e iniciar discípulos. Sucessão discípular: A.C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada , Bhaktisidanta Sarasvati Goswami Maharaj, Goura Kisora Das Babaji Maharaj, Bhaktivinoda Takura, 6 Goswamis de Vrindavana e Sri Pancha Tatva.

Em 30 de setembro de 1976, na convenção anual da Academia Americana de Religião, duzentos acadêmicos americanos e canadenses assinaram uma petição defendendo a autenticidade do Movimento Hare Krishna. "O Hare Krishna representa a chegada na América da Bhakti vaisnavita, na milenar tradição devocional proveniente da Índia." - Harvey Cox, professor de teologia da Universidade de Harvard. "Na América, há pessoas que rotulam o movimento Hare Krishna como um culto e tem colocado em questão sua autenticidade. Isto é espantoso e um entristecedor testemunho de nosso isolamento cultural. Esta tradição religiosa ocupa um respeitoso lugar na vida religiosa da humanidade." - Dra. Diana Eck, historiadora de religião na Universidade de Harvard.

QUAL É A ORIGEM DO MOVIMENTO HARE KRISHNA?
Embora a Sociedade Internacional da Consciência de Krishna (ISKCON) tenha se estabelecido no ocidente apenas em meados dos anos sessenta, suas raízes se estendem há milhares de anos no passado. O estilo de vida e crenças filosóficas praticadas por seus membros baseiam-se nas escrituras Védicas milenaras, tais como os Vedas, os Upanishads, os Puranas e o Bhagavad-gita, o principal livro do Movimento Hare Krishna.
O Bhagavad-gita foi falado pelo Senhor Krishna cinco mil anos atrás ao seu intimo amigo e discípulo Arjuna, momentos antes da batalha de Kurukshetra. Entretanto, no decorrer do tempo, esse conhecimento foi quase perdido, até o começo do século dezesseis, quando ocorreu na Índia um grande renascimento espiritual motivado por Sri Chaitanya Mahaprabhu, que ainda hoje é reverenciado por muitos estudiosos e teólogos como uma encarnação direta do próprio Deus. Sri Chaitanya demonstrou e propagou a devoção ao Senhor Krishna, abrindo caminho para uma maciça renascença da consciência de Krishna, o qual varreu o subcontinente indiano, ganhando milhões de seguidores em toda a parte. Sri Chaitanya ensinou que o meio mais fácil de alcançarmos a auto-realização é através do cantar dos santos nomes de Deus, em especial o mantra Hare Krishna. Sem distinção, Ele acolheu a participação de pessoas de classe baixa e não hindus, quebrando as barreiras sociais estabelecidas na Índia. Sob a direção de Sri Chaitanya Mahaprabhu, seus discípulos mais íntimos compilaram centenas de volumes sobre a filosofia da consciência de Krishna. Nos séculos que se seguiram a força do movimento diminuiu de forma considerável, até as últimas décadas do século dezenove. Nessa ocasião, Bhaktivinoda Thakura, o magistrado da cidade de Puri e um representante da linha de sucessão discipular proveniente de Sri Chaitanya Mahaprabhu estabeleceu uma sociedade religiosa conhecida como Sri Sri Vishva-Vaishnava Rajasabha. Através de seus escritos devocionais, Srila Bhaktivinoda Thakura inspirou um renascimento de interesse nos ensinamentos de Sri Chaitanya Mahaprabhu. Srila Bhaktisiddhanta Sarasvati Gosvami continuou a missão de seu pai estabelecendo o Instituto da Missão Gaudiya, com sessenta e quatro centros em toda Índia.
Foi um dos discípulos de Srila Bhaktisiddhanta, Sua Divina Graça A. C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada, quem depois trouxe para o mundo ocidental os ensinamentos de Sri Chaitanya.

O QUE SIGNIFICA HARE KRISHNA?
O entoar do mantra de Hare Krishna é recomendado nos Vedas como o método mais fácil para a auto-realização na atual Era de Kali (a Era de Ferro ou Desavenças). Krishna é um nome de Deus em sânscrito e significa “todo-atrativo”, e Rama é um outro nome de Deus, cujo significado é “reservatório do prazer”. Hare é a energia divina do Senhor. O mantra Hare Krishna significa: “Ó Senhor todo atrativo e pleno de bem-aventurança, ó energia do Senhor, por favor, ocupem-me em Seu serviço devocional”. Há duas formas de se entoar este mantra: o canto congregacional (kirtana) e o canto individual, em geral feito com contas (semelhantes as de um rosário) para melhorar a concentração (japa). Em ambos os métodos, não há nenhuma regra fixa ou rigorosa para esta alegre e sistemática forma de meditação.

QUEM É KRISHNA?
Krishna é a Suprema Personalidade de Deus, a Verdade Absoluta, a fonte de tudo e a causa de todas as causas. Krishna é a forma mais elevada e original de Deus. Deus assume muitas formas, mas a forma original é de Krishna. Nas escrituras, especialmente o Srimad Bhagavatam, existem explicações detalhadas de Sua morada, Sua aparência, Seus passatempos, Suas expansões, Suas energias, etc. Ele é dotado de seis opulências, todas ao grau infinito: beleza, força, sabedoria, riqueza, fama e renuncia. Ele sabe tudo que aconteceu, tudo que está acontecendo e tudo que vai acontecer. Ele é infinitamente misericordioso.
Ele é o beneficiário de todos os sacrifícios e austeridades, o Senhor Supremo de todos os planetas e semideuses e o benfeitor e bem-querente de todas as entidades vivas.
Nas escrituras explica que uma das expansões de Krishna (o Senhor Sesa) tem um cem número de bocas e está descrevendo as glórias de Krishna desde de tempos imemoriais, e mesmo assim não consegue nunca chegar ao final. Outra passagem do Srimad Bhagavatam explica que mesmo se pudéssemos contar todos átomos no universo, mesmo assim não poderíamos enumerar todas as qualidades transcendentais do Senhor Krishna.
Krishna é um dos principais nomes de Deus, que significa o “todo atrativo".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails